UMA GAROTA COMO ELA: RIHANNA

Menos de oito meses após o lançamento do primeiro álbum de estúdio, Music Of The Sun, Robyn Rihanna Fenty lança seu segundo disco, A Girl Like Me, e veja o que ela diz sobre o prazo entre os CDs:

Nós pensamos que já estava na hora. Não fazia sentido esperar, você não deve dar tempo para a música. Isso que é legal na industria musical, quando você sente que está na hora, você apenas… lança. E nós sentimos que estava na hora de um novo álbum.

Então, pra começar essa leitura gostosa da nossa garota de Barbados, até então com 18 anos de idade, sugerimos dar o play abaixo no A Girl Like Me pelo Spotify, ou na nossa playlist Rihanna para Apaixonados. 💛

A Girl Like Me - Capa Alternativa - Rihanna
A Girl Like Me – Capa Alternativa

Em números: lançado em abril de 2006, quando RiRi ainda tinha 18 anos, o álbum alcançou o quinto lugar na Billboard 200 e o primeiro lugar no Canadá, mas também ficou no Top 10 de países como Austrália, Irlanda, México, Nova Zelândia, Suécia e até no Reino Unido; teve quatro singles, três video-clipes oficiais e duas versões Deluxe diferentes, uma na Alemanha e uma no Japão.

O objetivo do A Girl Like Me era ter músicas que expressassem o que mulheres jovens estavam sentido e que gostariam de dizer, mas não sabiam como.

MAS DE ONDE VEM O NOME A GIRL LIKE ME?

“É chamado de A Girl Like Me porque é um álbum muito pessoal, é meu bebê. É tudo sobre como é ser ‘Uma Garota Como Eu’, falando sobre experiências pessoais assim como coisas que garotas como eu tenham passado.”, explica Rihanna.

💎

A post shared by RihannaNoMundo (@rihannanomundo) on

Vocalmente eu amadureci muito, e liricamente eu estou falando sobre coisas que eu nunca cantaria antes. Agora eu canto sobre experiências que eu passei e coisas que outras garotas de 18 anos passam, então é tudo sobre amadurecimento.

O álbum, em sua versão tradicional, teve 12 músicas inéditas e dois relançamentos em formas diferentes: “If It’s Lovin” that You Want – Part 2” (featuring Cory Gunz) e uma nova versão remix de “Pon de Replay”. Além disso, versões diferentes Deluxe foram lançadas no Japão e na Alemanha. Confira a tracklist abaixo:

1. SOS
2. Kisses Don’t Lie
3. Unfaithful
4. We Ride
5. Dem Haters (feat. Dwane Husbands)
6. Final Goodbye
7 .Break If Off (feat. Sean Paul)
8. Crazy Little Thing Called Love (feat. J-Status)
9. Selfish Girl
10. P.S. (I’m Still Not Over You)
11. A Girl Like Me
12. A Million Miles Away
13. If It’s Loving That You Want (Part 2 feat. Cory Gunz)
14. Pon de Replay (Full Phatt Remix) – Bônus Track versão internacional

iTunes/Apple Music Google Play Spotify Deezer Tidal

Bônus Track da versão Deluxe japonesa:
14. Who Ya Gonna Run To
15. Pon de Replay (Full Phatt Remix)
16. Coulda Been the One

Disco Bônus da versão Deluxe alemã:
1. Who Ya Gonna Run To
2. Coulda Been the One
3. Should I? (featuring J-Status)
4. Hypnotized
5. Unfaithful (No Should Remix)
6. Unfaithful (vídeo)
7. SOS (vídeo)

Rihanna A Girl Like Me
Fotos promocionais do álbum. Arte criada por @badboynem especialmente para RIHANNA.com.br
MAS QUAIS OS SINGLES DESSA ERA?

De todas as músicas acima listadas, RiRi escolheu quatro delas para serem enviadas às rádios, como singles. Confira alguns detalhes para cada um dos singles, por ordem de divulgação.

SOS

MAIS sexy (se é que isso é possível) e mais madura, Rihanna nos entrega a música sem aquela pegada island e caribenha que já estávamos acostumados em Music Of The Sun. Ainda assim, foi a primeira música de Robyn a chegar em primeiro lugar na parada da Billboard, a Hot 100. Felizmente, a primeira de QUATORZE #1s. 👑

💎

A post shared by RihannaNoMundo (@rihannanomundo) on

Rejeitada pela cantora Christina Milian — que deve ter se arrependido profundamente —, a canção fala sobre um cara que dá um sentimento esmagador para uma garota, que a deixa louca e que precisa que alguém a resgate, num pedido de “SOS”.

O mega sucesso teve três versões em vídeo:

  • A versão oficial, que pode vista no YouTube oficial da Rihanna;
  • Uma versão promocional para a Nike (começou cedo r$r$) em um ginásio;
  • E uma versão difícil de se encontrar, para a Agent Provocateur, onde um hotel vira uma boatchy. Se você encontrar o link, manda pra gente!

Naquela época (sdds), RiRi se empenhava em divulgar e ia para todos os cantos mostrar quem era a garota de Barbados que todos falavam. O destaque vai para a apresentação na Ellen DeGeneres, que a gente sentiu o impacto daqui; e para o Today Show, gravado nas ruas de Nova York pra quem quisesse ver. As apresentações no MTV EMA, MuchMusic Video Awards, MTV Video Music Awards Japan, Fashion RocksTeen Choice Awards foram incríveis e super ajudaram no sucesso da música!

UNFAITHFUL

ASSASSINA. Esse era, a princípio, o nome do single, traduzindo de Murderer. Confira o que RiRi nos explica sobre a música:

“Eu sou referenciada como uma assassina. […] Eu estou tomando a vista daquele cara machucando e traindo. Ele sabe disso e isso o faz sentir tão mal. E isso está matando ele por saber que outro cara me faz feliz.”

Uma das músicas favoritas de Rihanna neste álbum, foi também escrita por Ne-Yo e chegou ao Top 10 da Billboard Hot 100. Mas não é só isso, segura esse tiro: RiRi apresentou a música no Prêmio Nobel da Paz em 2006. Eu não sei vocês, mas eu me arrepio todo assistindo esse lacre.

💎

A post shared by RihannaNoMundo (@rihannanomundo) on

O tema traição é algo que, infelizmente, muitas pessoas se identificam e se compadecem dos outros, o que foi algo que contribuiu para mais um sucesso da RiRi, levando a apresentação de “Unfaithful” para grandes eventos e premiações, como Mobo Awards, World Music Awards, Star Academy. Mesmo anos depois de lançada, Rihanna ainda cantava a música até poucos anos em turnês — um dos últimos registros foi no Rock in Rio 2015.

WE RIDE

A letra de “We Ride” fala sobre como um cara promete que estarão juntos para sempre, mas ela continua descrevendo momentos de coisas que o mesmo cara fez, que poderiam separá-los.

O clipe não é tão ‘saidinho’ quanto os singles anteriores “SOS” e “Unfaithful”, pois ela queria algo que não fosse provocante e que queria se conectar com pessoas da mesma idade. O clipe mostra cenas em Barbados e até sua melhor amiga, Melissa. Assista:

A crítica para “We Ride” foi consideravelmente mista, ainda que isso não tenha trazido boas posições nos charts. Aliás, RiRi uma vez revelou que, de todos os singles que ela já lançou, se ela pudesse apagar um de toda a internet, seria “We Ride”. Chocante, não?

BREAK IT OFF

Escrita por Rihanna e Sean Paul, que também participa da canção, “Break It Off” é o quarto e último single da era A Girl Like Me, que tem uma batida electro-reggae com pop-dancehall. Essa combinação levou a música para o Top 10 da Billboard Hot 100.

Robyn foi até a Jamaica para gravar a música e, embora não tenha produzido nenhum video-clipe, RiRi apresentava “Break It Off” em turnê, festivais e ao vivo num evento de virada de ano de 2006 para 2007 como visto abaxo.

MAS E O ÁLBUM? TEVE DIVULGAÇÃO?

A Girl Like Me - Poster - ConcertCom a Def Jam Records, e diferente dos dias atuais, nossa Rihanna era mais… empenhada em divulgar seu trabalho, seus esforços e seus sonhos. No final de 2006, Rihanna abriu shows de Jay-Z, Black Eyed Peas e Pussycat Dolls. Mas antes disso, RiRi também esteve em diversos festivais e teve sua primeira turnê na América do Norte: a Rihanna: Live in Concert Tour.

Foram mais de 20 shows em 3 meses, passando por Estados Unidos, Canadá e Jamaica. A turnê continha uma setlist de 14 músicas, tanto do primeiro álbum quanto do segundo. Alguns artistas conhecidos faziam participações especiais nos shows: Ciara, Field Mob, Jeannie Ortega, J-Status, Sean Paul, Trey Songz e Yung Joc.

Vamos refletir e admirar a imagem dela. Robyn Rihanna Fenty.

💎

A post shared by RihannaNoMundo (@rihannanomundo) on

PRÊMIOS

Se engana quem pensa que RiRi ainda era muito novinha para receber prêmios. Veja os principais:

  • O super sucesso de “SOS” garantiu a Rihanna três premios no Billboard Music Awards 2006: Artista Feminina do Ano, Artista da Parada Pop 100 do Ano, Artista Feminina da Parada Hot 100. Veja aqui o vídeo de Rihanna toda fofa na premiação (detalhe para a empolgação da mãe dela, Monica, ao ouvir o anúncio).
  • Além de cantar “Unfaithful” no Mobo Awards 2006, Rihanna ainda levou para casa Melhor Artista de R&B e Melhor Artista Internacional. Assista.
  • Rihanna venceu Melhor Artista Revelação no MTV Japan Music Awards 2006 e ainda levou para casa um possível prêmio maior e um sonho: conhecer Michael Jackson. Confira um vídeo nos bastidores da premiação.
  • Além da incrível performance de “SOS“, Rihanna ganhou o prêmio de Melhor Artista de R&B no MTV EMA 2006.
  • Os jovens amavam a RiRi! No Teen Choice Awards 2006, ela venceu Artista de R&B e Revelação Feminina.
  • No World Music Awards 2006, Rihanna levou para casa o prêmio de Artista de Barbados que Mais Vendeu no Mundo. Toma essa!

Era Anterior: MUSIC OF THE SUN Próxima Era: GOOD GIRL GONE BAD

Leia mais Artigos - RIHANNA.com.br

Vinicius Porto
Vem Navy!

Vinicius Porto

Administrador em RIHANNA.com.br
Rihanna, cheddar, celular, música, treta, café, sorvete, namorado, *bolacha*, Twitter, YouTube, Siri, marketing e dinheiro.

Gosto disso aí. Tudo junto. 🙂
Vinicius Porto
Vem Navy!

Comente abaixo e interaja com outros fãs :)